Blog

Queda da taxa SELIC: Ficou mais fácil financiar!

30/01/2017

Com o aumento gradual da taxa SELIC nos últimos anos, as taxas de juros do SFH (imóveis financiados com recursos da poupança) também foram reajustadas, mesmo não havendo relação entre elas. Por lei, as taxas de juros do Sistema Financeiro de Habitação não podem ultrapassar 12% ao ano, mas sempre sofrem o impacto da mudança da economia brasileira. Nos últimos 2 anos, a taxa de juros para financiamento de imóveis até R$ 750 mil já subiu 20%, em média.

Já os juros de contratos de financiamento do Sistema Financeiro Imobiliário, acumulam alta de 30%.

Sem dúvida, o aumento direto das taxas de juros diminuem a evolução dos contratos de compra e venda. O Financiamento torna-se uma alternativa cara, e consequentemente, diminuem exponencialmente a velocidade do mercado de imóveis.

Outro malefício causado pelo aumento da Taxa SELIC é o congelamento de novos investimentos. Vamos a um conceito básico em economia: “Só vale a pena investir em um negócio se a rentabilidade for superior ao custo de financiamento. Senão, melhor nem tirar do papel”. Esse é o dilema atual do mercado imobiliário brasileiro. Exemplificando, se o cliente mantiver o valor aplicado, conseguirá pagar um possível aluguel e ainda sobrará reserva para novas aplicações. Na mistura desses conceitos o resultado será sempre uma estagnação de novos negócios.

 

O que esperar para o futuro?

O mercado imobiliário como qualquer outro negócio no País está apto a receber impactos externos e sofrer variações. Com a queda da Taxa SELIC, em curto prazo, teremos uma leve redução nas taxas de juros de financiamentos, o que deverá ser anunciada nos próximos dias pelas instituições financeiras.

Em médio prazo, e caso a taxa SELIC mantenha viés de baixa, teremos o início da inversão dos modelos de investimentos. Se a população tiver confiança e respaldo para investir em novos negócios, em detrimento ao rendimento da renda fixa, com certeza teremos o início de uma pequena reativação.

Sabe o final do túnel? Pois é, já tem uma lâmpada fraquinha brilhando lá no final…

 

 

 

Fonte: Resimob (disponível em https://goo.gl/bm1ssY)

Infraestrutura completa
Entre em Contato