Blog

Este é o melhor momento para comprar imóveis, aponta revista Exame

31/05/2017

Este é o melhor momento para comprar imóveis, aponta revista Exame

 

São Paulo, 5 de maio de 2017 – A revista EXAME, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), realizou a maior pesquisa imobiliária do país, que mapeou os preços dos imóveis em 5.600 bairros de 203 cidades brasileiras. Em sua 8ª edição, o Guia Imóveis 2017 chegou às bancas nesta quinta-feira (4) com 8 opções de capas, cada uma trazendo a vista de uma cidade diferente: Ribeirão Preto, São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre, Manaus e Belo Horizonte. A publicação aponta que este é o melhor momento da última década para negociar preços e conseguir descontos na hora de comprar um imóvel. Segundo André Lahóz Mendonça de Barros, diretor editorial de EXAME, “o mercado imobiliário sofreu muito com a crise econômica, mas parece que o pior está ficando para trás”.

Muitos empreendimentos estão sendo vendidos por preços mais baixos do que no passado para que seus proprietários não fiquem no prejuízo. Os valores caíram em termos nominais em 31 cidades em 2016 — a lista inclui capitais, como Rio de Janeiro, Goiânia, Manaus e até mesmo o Distrito Federal, que era considerado à prova de crises em razão da estabilidade e dos altos salários dos funcionários públicos. Em muitos casos, se equivalem aos cobrados em 2014, o que significa uma redução de cerca de 20% em termos reais. Ainda assim, de acordo com o JP Morgan, o preço médio de um apartamento de 90 metros quadrados corresponde a quase quatro vezes a renda média familiar anual.

As vendas de casas e apartamentos estão no menor patamar em anos na maioria das cidades. Neste sentido, São Paulo se destaca por alcançar o nível mais baixo da série histórica, iniciada em 2004. Ainda assim, o valor do metro quadrado nos principais municípios do país aumentou, em média, 0,8% em 2016. Mas, em termos reais, ou descontada a inflação do período, a queda foi de 5%. Por outro lado, o número de casas e apartamentos lançados voltou a crescer no fim de 2016, e com preços menores.

Este é o oitavo ano em que a marca publica a maior pesquisa imobiliária do país. Para o estudo, a Fipe coletou informações em classificados eletrônicos, como o ZAP, além de dados da corretora Brasil Brokers.

 

Fonte: Exame

Infraestrutura completa
Entre em Contato